16/ 04

Serviços recuam em fevereiro, pela segunda vez

Em fevereiro, no Brasil, conforme a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo IBGE, a atividade de serviços registrou novamente queda, com variação de -0,4% em relação ao mês anterior, na série com ajuste sazonal. Para o Rio Grande do Sul (RS), a retração apurada foi de 0,8% no período. A pesquisa investiga estabelecimentos que tenham, no mínimo, 20 pessoas ocupadas e que possuam a maior parcela de sua renda oriunda da atividade de serviços.

Frente a fevereiro de 2018, houve crescimento de 3,9% no Brasil, enquanto no Rio Grande do Sul foi registrado avanço de 0,8%. No acumulado em 12 meses, o volume de serviços prestados cresceu 0,7% no país, maior valor desde março de 2015 (1,0%); já no estado gaúcho houve recuo de 1,5%.
Em termos desagregados, no resultado interanual, duas das cinco atividades contempladas na pesquisa no Rio Grande do Sul apresentaram retração. As quedas ocorreram em outros serviços (-7,8%) e serviços de informação e comunicação (-1,1%). No país, houve crescimento nas cinco atividades, com destaque para serviços de informação e comunicação (6,3%), outros serviços (4,9%) e serviços prestados às famílias (4,4%).

O resultado de fevereiro da PMS mostrou a segunda retração na margem dos serviços, tanto no Brasil quanto no RS. Dessa forma, os dados revelam, mais uma vez, a dificuldade do setor em manter seu ritmo de crescimento. Ainda assim, ao comparar com o mesmo período do ano passado, registrou-se a sétima taxa positiva para o Brasil; para o RS, houve crescimento após três meses de retração.

 

FONTE: FECOMÉRCIO RS

Destaques

Cartão Sesc/Senac para Empresários e Dependentes

Nota técnica PIB: frustrante, mas não surpreendente

Motorista pode ter salário descontado em razão de multas de trânsito, decide 4ª Turma

STF SUSPENDE PERMISSÃO PARA GESTANTE TRABALHAR EM ATIVIDADE INSALUBRE

Cartão Sesc/Senac para Empresários

Volume de Serviços tem terceiro recuo na margem

Previdência: compromisso com o bom senso

Uma obra para todos os gaúchos