16/ 04

Serviços recuam em fevereiro, pela segunda vez

Em fevereiro, no Brasil, conforme a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo IBGE, a atividade de serviços registrou novamente queda, com variação de -0,4% em relação ao mês anterior, na série com ajuste sazonal. Para o Rio Grande do Sul (RS), a retração apurada foi de 0,8% no período. A pesquisa investiga estabelecimentos que tenham, no mínimo, 20 pessoas ocupadas e que possuam a maior parcela de sua renda oriunda da atividade de serviços.

Frente a fevereiro de 2018, houve crescimento de 3,9% no Brasil, enquanto no Rio Grande do Sul foi registrado avanço de 0,8%. No acumulado em 12 meses, o volume de serviços prestados cresceu 0,7% no país, maior valor desde março de 2015 (1,0%); já no estado gaúcho houve recuo de 1,5%.
Em termos desagregados, no resultado interanual, duas das cinco atividades contempladas na pesquisa no Rio Grande do Sul apresentaram retração. As quedas ocorreram em outros serviços (-7,8%) e serviços de informação e comunicação (-1,1%). No país, houve crescimento nas cinco atividades, com destaque para serviços de informação e comunicação (6,3%), outros serviços (4,9%) e serviços prestados às famílias (4,4%).

O resultado de fevereiro da PMS mostrou a segunda retração na margem dos serviços, tanto no Brasil quanto no RS. Dessa forma, os dados revelam, mais uma vez, a dificuldade do setor em manter seu ritmo de crescimento. Ainda assim, ao comparar com o mesmo período do ano passado, registrou-se a sétima taxa positiva para o Brasil; para o RS, houve crescimento após três meses de retração.

 

FONTE: FECOMÉRCIO RS

Destaques

Treinamento de Passadoria

Treinamento Atendimento e Classificação de Peças

Primeiras alterações na simplificação do eSocial

COMUNICADO SOBRE TENTATIVA DE FRAUDE NAS LAVANDERIAS NO RS

Junta Comercial prorroga prazo de cancelamento do registro de empresas

Serviços recuam 1,0% em junho

Treinamento de Passadoria

Treinamento Atendimento e Classificação de Peças